Um blog é uma ferramenta perfeita para contar histórias, para partilhar conhecimento, para mostrarmos que somos uma autoridade em determinado assunto.

Mas a habilidade de escrever carece de treino. Claro que talento para escrever é sempre uma ajuda. Mas será que um texto técnico num blog será elegível para um prémio Nobel da literatura?

O treino que referi faz-me lembrar uma história que ouvi sobre um homem muito forte. Ele passeava-se sempre com uma vaca às costas. Todos os seus conterrâneos o admiravam e perguntavam-se: “Como é possível?”, como ele era capaz de tal feito. Um deles, um dia, tomou coragem e perguntou-lhe…”como és capaz de pegar as vacas aos ombros?”

A resposta foi: “Pego-as desde que são bezerros”.

A prática faz de nós melhores profissionais, torna-nos mais confiantes. Os blogs são uma oportunidade de podermos aperfeiçoar as nossas habilidades.

Mas um blog também nos ajuda a passar a imagem de que somos uma empresa tecnologicamente evoluída.

As empresas e marcas gostam de estar, em regra, conotadas como inovadoras (não digo para todas as marcas – há sempre quem valorize, e faz muito bem, a ideia que está subjacente ao método tradicional, a receita à moda da Avó). Mas este “carimbo”, de ser inovador, é gerador de notoriedade.

Mas, independentemente de se valorizar ou não a inovação do processo, a divulgação do produto cabe sempre no conteúdo de um blog.

A existência de um blog permite partilhar as melhores ideias da sua organização e recolher, quase imediatamente, comentários. Comentários, em regra, de todos aqueles que verdadeiramente se interessam pela sua Empresa ou pelo tipo de negócio. Desta partilha podem surgir outras boas ideias, boas críticas, comentários … pode ir construindo uma comunidade de pessoas que se interessam e querem acrescentar.

Se o seu blog for interessante e bem escrito, terá mais chances de se destacar da concorrência. Terá mais chances de atrair público interessado, o que enriquecerá a partilha e a discussão.

Mas vamos a dados que podemos mensurar / observar.  Aponto mais  3 vantagens, mas muitos mais poderíamos acrescentar:

  1. Ter um blog activo ajuda a ganhar posições no ranking do Google. Afinal, quanto mais conteúdos de qualidade o seu blog apresentar, mais páginas o Google pode indexar e serem exibidas nas buscas que são feitas.  Um blog activo é um dos melhores meios para conseguir esse objectivo.
  2. O seu blog é o seu canal próprio. Em qualquer rede social os conteúdos precisam seguir as políticas dessa rede. As marcas ficam nas mãos das plataformas. Escreve o que quer, quando quer, usa o formato que quer, convida quem quer…
  3. Os conteúdos de um blog corporativo são sobre a sua área de actuação. Assim, o que escreve demonstra o quão sabe sobre o tema. Portanto, evidenciam que você entende dos assuntos do seu mercado, ou seja, melhora a autoridade da sua marca, mesmo que seja a sua marca pessoal.

 

Uma nota para o encorajar para começar a escrever: um texto como este pode levar mais de 2 horas a escrever. Um texto que careça de pesquisa levará bem mais.

Respondo agora à pergunta lançada no título da prosa, vale a pena ter um blog em 2022?  Sim, vale a pena, vale mesmo a pena ter.

Uma última nota: em 2021 contavam-se mais de 600 milhões de blogs.

 

Facebooktwitterlinkedinmail
  • 2335
  • 0
  • 1

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão assinalados com *